Vamos falar de livros

Sabe quando você está andando na rua, com a mão no bolso, distraído, e avista uma cena digna de compartilhamento mas não tem ninguém do seu lado? Ou quando você tá numa aula super chata, com os cotovelos apoiados na mesa, segurando a cabeça com as mãos, e o professor fala uma coisa completamente absurda e você levanta de repente, olhando para os lados, procurando o olhar de alguém que também registrou aquela cena, mas todos os seus colegas estão num estupor profundo?

É mais ou menos assim que me sinto vez ou outra quando termino de ler um livro e não encontro ninguém para comentar. Sinto uma vontade imensa de trocar impressões, fazer elogios mil ou xingar até a última geração do autor capaz de escrever algo tão ruim. De empolgar, comentar, chorar ou rir junto por causa das desventuras de algum personagem. Mas levanto a cabeça, olho pro lado e…nada.
“Alguém? Alguém tá vendo isso?” 

Não que eu não tenha amigos ilustrados, mas é tanto livro nesse mundo velho sem porteira que às vezes é difícil achar alguém que já leu ou está lendo o mesmo livro que você. Por isso vinha alimentando a ideia de criar esse espaço. Não é garantido que alguém me preste atenção. Talvez seja o mesmo que rir sozinho de uma cena engraçada quando não tem ninguém do lado, mas azar. Se pelo menos eu estiver me divertindo, já tá valendo à pena.

Mas, assim, o estopim veio mesmo na conversa com um amigo. Comentando sobre um livro que ele também não tinha lido, ele disse: “lê aí e depois me fala se é bom”. Semi empolgada, eu respondi: “vou virar uma personal book recommender“. Cortando o meu barato, e com um risinho, ele treplicou: “hum…é pra isso que tem blog de literatura por aí”.

Anúncios

2 comentários sobre “Vamos falar de livros

  1. Quero ser a primeira a usar seus serviços de personal book recommender! Começando pelo Vargas Llosa que, inclusive, eu tenho muita curiosidade de saber porque é tão criticado no meio político esquerdaXdireita. A propósito, quando terminar o On the Road, eu quero uma consultoria para comentários!
    um beijo, boa sorte, vou acompanhando daqui, com meu ritmo mais lento de leituras!
    ps: eu imaginei exatamente essa cena “quando você tá numa aula super chata, com os cotovelos apoiados na mesa, segurando a cabeça com as mãos, e o professor fala uma coisa completamente absurda (…)” em uma sala qualquer da fafich! hahaha
    ps2: adoro seu jeito interativo de escrever!

  2. Também vou usar seus serviços de personal book recommender! Você é, definitivamente, uma das melhores pessoas que eu conheço pra essa função. Boa sorte no blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s