Post de aniversário – parte III

É isso. Um ano de blog, de postagens, de leituras e muitas risadas. De tentar desvendar o mundo através das páginas da literatura. E este é o último post da série de aniversário. Mais algumas citações – algumas inspiradoras, outras nem tanto! Quem quiser ver todas as outras citações, é só voltar nos posts anteriores. Aqui e aqui!

36. A revoada – Gabriel Garcia Márquez

“Acreditava que um morto parecia uma pessoa quieta e adormecida, e agora vejo que é exatamente o contrário. Vejo que parece uma pessoa acordada e raivosa, depois de uma briga.”

37. A lentidão – Milan Kundera

“Por que o prazer da lentidão desapareceu? Ah, para onde foram aqueles que antigamente gostavam de flanar? Onde estão eles, aqueles heróis preguiçosos das canções populares, aqueles vagabundos que vagavam de moinho em moinho e dormiam sob as estrelas?”

38. Bartleby, o escriturário – Herman Melville

“- Prefiro não fazer.”

39. Minhas Férias, pula uma linha, parágrafo – Christiane Gribel

“Eu sabia que as férias de ninguém iam ser mais as mesmas na hora que virassem redação. É simples: férias é legal, redação é chato. Quando a gente transformas as nossas férias numa redação, elas não são mais as nossas férias, são a nossa redação. Perdem toda a graça.

40. A elegância do Ouriço – Muriel Barbery

“Nunca vemos além de nossas certezas e, mais grave ainda, renunciamos ao encontro, apenas encontramos a nós mesmos sem nos reconhecer nesses espelhos permanentes. Se nos déssemos conta, se tomássemos consciência do fato de que sempre olhamos apenas para nós mesmos no outro, que estamos sozinhos no deserto, enlouqueceríamos. Quando minha mãe oferece petits-fours da casa Ladurée à sra. De Broglie, conta a si mesma a história de sua vida e apenas mordisca seu próprio sabor; quando papai toma café e lê o jornal, contempla-se num espelho do g6enero manual de autoconvencimento; quando Colombe fala das aulas de Marian, deblatera sobre seu próprio reflexo, e, quando as pessoas passam diante da concierge, só veem o vazio porque ali não se reconhecem.”

41. 100 coisas –Fernando Bonassi

Queridos papais: o Duduzinho é um garoto hiperativo. Esse tipo de personalidade é comum no contexto de uma sociedade que apresenta diversos estímulos, nem todos condizentes com personalidades em formação, como o caso em questão. As modernas técnicas pedagógicas recomendam processos ludoterápicos, que visam a transformação criativa desses impulsos. Mas o negócio é o seguinte: nós tentamos o diabo com esse moleque maldito. Ninguém aqui aguenta mais esse pequeno canalha. Façam o favor de não trazê-lo amanhã, nem nunca mais, pô!”

42. Cartas a um jovem poeta – Rainer Maria Rilke

“Caso o seu cotidiano lhe pareça pobre, não reclame dele, reclame de si mesmo, diga para si mesmo que não é poeta o bastante para evocar suas riquezas; pois para o criador não há nenhuma pobreza e nenhum ambiente pobre, insignificante.”

43. Minhas tudo – Mario Prata

“E descobri muito feliz da vida , que nunca uma geração de jovens brasileiros leu e escreveu tanto na vida. Se ele fica seis horas por dia ali, ou está lendo ou escrevendo.”

(sobre a internet)

44. A metamorfose – Franz Kafka

“Numa manhã, ao despertar de sonhos inquietantes, Gregor Samsa deu por si na cama transformado num gigantesco inseto.”

45. Ottifanten – Otto Waalkes

Ottifanten

– Diga o que quiser… eu acho que existe vida lá fora! Formas primitivas de vida que estão milhões de anos atrasadas em relação a nós! //- Você quer dizer… // – Sim! Pessoas!

46. Ana Karênina – Leon Tosltoi

“Há de haver tantas maneiras de amar quanto os corações.”

47. Não me abandone jamais – Kazuo Ishiguro

“Olha só, Tommy, tem um bocado de coisas que você não entende e que eu não posso te contar. Coisas a respeito de Hailsham, a respeito do lugar que você vai ocupar no mundo, um monte de coisas. Mas, quem sabe um dia você vai tentar descobrir. Eles não vão facilitar nada para você, mas se você quiser de verdade, talvez venha a descobrir.”

48. O amante – Marguerite Duras

“Era preciso avisar as pessoas dessas coisas. Informar que a imortalidade é mortal, que pode morrer, que aconteceu e ainda acontece.[…] Que ela não existe no detalhe, mas apenas como princípio. […] Que a vida é imortal enquanto vive, enquanto está em vida. Que a imortalidade não é uma questão de mais ou menos tempo, não é uma questão de imortalidade, é uma questão de alguma outra coisa que continua desconhecida.”

49. O leopardo – Giuseppe Tomasi

“Se queremos que tudo fique como está, é preciso que tudo mude.”

50. Rainer Maria Rilke [poemas] – Rilke

“Quem ri agora em algum lugar da noite, sem razão se ri na noite, ri-se de mim.”

“Wer jetzt lacht irgendwo in der Nacht, ohne Grund lacht in der Nacht, lacht mich aus.”

51. O mal-estar na civilização – Sigmund Freud

“Quase parece que a criação de uma grande comunidade humana teria êxito maior se não fosse preciso preocupar-se com a felicidade do indivíduo.”

52. Morte súbita – J.K. Rowling

“Escolher é algo perigoso: quando escolhemos, temos que abrir mão de todas as outras possibilidades.”

53. Libelo contra a arte moderna – Salvador Dalí

“Le Corbusier me perguntou se eu tinha ideias sobre o futuro de sua arte. Sim, eu tinha. Aliás, tenho ideias acerca de tudo. Respondi que a arquitetura seria “mole e peluda”, e afirmei categoricamente que o último grande gênio da arquitetura chamava-se Gaudí […]”

54. A primeira vista – Daniel Maclvor

“Nada é suficiente.”

55. In on it – Daniel Maclovor

“Todas as coisas viram fumaça, se conservam na sua forma por um instante e depois se esvaem de si mesmas. As folhas, os fios, as árvores, os edifícios. E você fica triste que essas coisas estejam se desfazendo, mas ao mesmo tempo você sente essa paz abençoada por poder presenciar isso. E você pensa: é isso o que sentimos quando morremos. Mas não, então você se dá conta. Não… Não, isso é o que sentimos quando estamos vivos…”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s